05 de agosto de 2017 22:58

Salvador inicia georreferenciamento de árvores

Nova tecnologia está em fase de testes

Por Redação
Foto_Jefferson Peixoto_Secom_Pms
Foto_Jefferson Peixoto_Secom_Pms

Quem passa pela Avenida ACM já nota algo de diferente na paisagem. Por intermédio de uma ação da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cidade Sustentável e Inovação (Secis), 30 novas mudas – sendo 20 ipês rosas e 10 roxos – foram plantadas no local esta semana. Além da continuidade do projeto de plantio de árvores nativas da Mata Atlântica na avenida, a iniciativa conta também com uma novidade: o georreferenciamento das espécies.

Gerenciada pela própria Secis, a tecnologia prevista no Plano Diretor de Arborização Urbana (Lei 9187/2017) está em fase de testes. O pontapé foi dado na última sexta-feira (28), durante o plantio de árvores frutíferas na Praça Guaratuba, em Stella Maris. A ação funciona da seguinte maneira: após o plantio, por um aplicativo GPS, é marcado o ponto de localização da muda plantada. Com isso, é feita a fotografia e catalogação da espécie, que envolve a data do plantio, endereço e nome da pessoa que plantou. Os dados são cadastrados na internet.

O cidadão também é envolvido pela Secis neste processo. Pelo site, as pessoas podem fazer a busca por árvore e saber a localização delas; obter orientações sobre como participar do plantio e enviar mensagem. Também podem fazer o georreferenciamento das próprias árvores, sendo necessário apenas enviar fotos e a localização do vegetal para a secretaria prosseguir com a catalogação.

As informações podem ser enviadas pelo WhatsApp, para o número (71) 98549-8453. A ação já foi testada em Stella Maris, onde foram plantados o “Jambeiro da Raiza e da Aline”, o “Cajueiro da Maíra”, a “Pitangueira do Lucas” e diversas outras – todas fotografadas, localizadas e catalogadas no site.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*