26 de outubro de 2016 10:59

Plano Municipal de Promoção da Igualdade Racial é tema de debate com lideranças

Plano Municipal também esteve na pauta

Por Redação

zzentidadenegrasA Secretaria Municipal da Reparação (Semur) e o Conselho Municipal das Comunidades Negras (CMCN) promoveram, nesta segunda-feira (24), um debate com representantes de diversos segmentos e lideranças de movimentos negros de Salvador para avaliar, reestruturar e atualizar o Plano Municipal de Promoção da Igualdade Racial. O encontro aconteceu no Centro Cultura da Câmara, na Praça Thomé de Souza. Participaram do evento representantes de segmentos como capoeira, baianas de acarajé, reggae, hip-hop, artistas independentes (poetas, grafiteiros, artistas plásticos, músicos, dançarinos), blocos afro, afoxés, samba e bloco de índio, entre outros.

“Estamos atualizando esse plano fazendo um chamamento para que a comunidade negra avalie o que já foi feito e o que ainda falta ser implementado. Um dos destaques deste novo projeto é que ele é direcionado exclusivamente às competências administrativas do município. Vamos traçar as metas, acompanhar e executá-las, garantindo, assim, a incorporação das políticas de promoção de igualdade racial nos programas governamentais, em transversalidade com as secretarias municipais”, explicou a secretária de Reparação, Ivete Sacramento.

O documento valerá para o próximo quadriênio e contém eixos que tratam de políticas públicas para a inclusão econômica da população negra; combate ao racismo; desenvolvimento de ações que estimulem a promoção, manutenção e preservação da cultura afro-brasileira; ações de reparação para as religiões de matriz africana, entre outros. Mais dois encontros estão marcados para dar prosseguimento à atualização do Plano. Os próximos debates acontecerão na próxima quarta-feira (26) e em 4 de novembro com representantes de quilombos e líderes de religiões do candomblé, umbanda, entidades negras católicas, evangélicas e espírita.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*