24 de março de 2017 01:47

Leandro Karnal participa de debate em Salvador

Junto com ele estava a médica psiquiatra Fabiana Nery

Por Redação

unnamed“Um homem não é completamente ético, porque a ética é a perfeição e isso não existe. Sou uma pessoa que busca a ética”. Essa foi uma das frases proferidas pelo professor e historiador, Leandro Karnal, durante o encerramento do primeiro Ciclo de Palestras Holiste, na noite dessa quarta-feira (dia 23/03), em Salvador. O evento debateu o conceito e a importância da ética diante dos novos paradigmas da sociedade atual. “Vendo quem nos governa e como nos governa, questionamos se os loucos não somos nós”, afirmou Karnal, fazendo uma associação com uma das histórias do célebre escritor Khalil Gibran, para tentar explicar a crise de credibilidade que atravessamos.

O doutor em História Social pela Universidade de São Paulo (USP) e professor de História da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Karnal citou um trecho da “Ética a Nicômaco”, de Aristóteles, que afirma: “a virtude ética é adquirida pelo hábito; não nascemos com ela, mas nossa natureza é capaz de adquiri-la e aperfeiçoá-la”. Para o historiador, o critério validador da verdadeira ética atual é o “eu”. “O futuro vai nos estudar através do Facebook”, disparou ao falar do egocentrismo da sociedade contemporânea.

Autor de livros e artigos nas áreas de história, ensino e religião, Karnal ainda falou sobre racismo e preconceito. “O racismo é de uma irracionalidade brutal, assim como a explicação de que a vítima foi estuprada porque estava usando uma minissaia. Queria estender porque as pessoas são tão solidarias com as doenças físicas e totalmente preconceituosas com as doenças mentais”, questionou Karnal.

O evento gratuito, que teve suas inscrições encerradas em poucos dias, foi aberto pela médica psiquiatra da Clínica Holiste, Fabiana Nery, que abordou o tema Os dilemas da ética na psiquiatria. “Os dilemas éticos são encruzilhadas que desafiam a todos, de filósofos a juristas. A bioética nos convida a pensar no que é certo ou errado em relação a vida dos seres humanos e de animais”, explicou a especialista.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*