09 de outubro de 2017 00:30

“Gelo baiano” é substituído por vasos com plantas

A ação foi adotada no Pelourinho

Por Redação

ornamentarAlém de uma vasta programação cultural de domingo a domingo através do projeto Pelourinho Dia e Noite 2017, lançado nesta quinta-feira (5) pela Prefeitura, o clima de valorização do Centro Histórico também está presente em outras ações municipais. Uma delas é a substituição das barreiras de trânsito em concreto, mais conhecidas pela população como “gelo baiano”, por vasos com plantas no Pelourinho.

A iniciativa é realizada através de parceria entre a Diretoria de Gestão do Centro Histórico, vinculada à Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), a Secretaria Cidade Sustentável e Inovação (Secis) e a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador). De acordo com a diretora de Gestão do CH, Eliana Pedroso, a substituição tem como intuito proporcionar mais beleza ao Pelourinho, um dos principais pontos turísticos da capital baiana.

A planta ornamental utilizada é a Dracena reflexa variaegata, popularmente chamada de pleomele, com forração de liríope. Os vasos com as espécies podem ser encontrados em locais como a entrada do Largo de São Francisco, a Rua das Laranjeiras e a Rua Gregório de Mattos.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*