11 de novembro de 2016 15:32

Empreendedorismo para mulheres negras traz novas tecnologias

As mulheres participam do projeto, na sede do CDCN, no Pelourinho

Por Redação

IgualdadeCinquenta mulheres do Recôncavo, Sisal, Salvador e Região Metropolitana participam, até 7 de dezembro deste ano, do projeto ‘Empreendedoras Negras: do tabuleiro ancestral à contemporaneidade’, contemplado pelo Edital Agosto da Igualdade 2016, da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Esatadfo (Sepromi). A iniciativa é da Associação Cultural e Carnavalesca Afoxé Kambalagwanze e tem o objetivo de empoderar as participantes com formação política e qualificação na área, a partir de noções de design e contato com as novas tecnologias.

“Essa ação oportuniza às mulheres negras a criação de marcas próprias e amplia a visão de comércio dos seus produtos com as redes sociais”, explica a presidente da organização, Iracema Neves, resgatando ainda a atuação histórica do segmento. “Elas movimentavam a economia no Brasil no período colonial, em troca de alforria, transformando-se em grandes empreendedoras. Em todo canto você pode ver uma mulher negra, vendendo, criando algo, para fazer o mesmo papel, sustentar a família”. As discussões estão sendo realizadas no Conselho e Desenvolvimento da Comunidade Negra (CDCN), no Pelourinho.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*