31 de agosto de 2017 23:38

Bairros ganham cozinhas comunitárias até dezembro

Unidades serão no Pelourinho e Bairro da Paz

Por Redação

restaurante-popular_s-tome-paripe_fot-bruno-concha_secom_pms-3Salvador ganhará quatro Cozinhas de Aprendizagem Comunitárias, que oferecerão refeições diárias a preços acessíveis para pessoas de baixa renda. O projeto piloto para implantação das estruturas foi desenvolvido pela Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps), e beneficiará, até dezembro de 2017, os bairros do Pelourinho e Bairro da Paz em endereços e datas a serem definidos. As duas unidades oferecerão, diariamente, 150 refeições, com custo anual de R$ 831 mil.

A ação tem como objetivo elevar o acesso da população carente à alimentação de qualidade e com regularidade suficiente para garantir nutrição e saúde. O Subúrbio e Cajazeiras serão as outras localidades contempladas com a iniciativa até 2018. Com os novos espaços, os moradores em situação de insegurança alimentar e vulnerabilidade social poderão usufruir de refeições servidas em locais limpos, confortáveis e tranquilos. O cardápio escolhido seguirá as recomendações necessárias para ofertar almoços nutricionalmente balanceados e saborosos.

Além da função de restaurante, as unidades servirão como local de aprendizagem para a formação profissional de cidadãos atendidos pelos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), que desejam atuar no mercado de trabalho na área de alimentos. Serão disponibilizados cursos gratuitos de Auxiliar de Cozinha e de Cozinheiro. A capacitação terá duração de três meses, e a expectativa é atingir anualmente 250 jovens e adultos por unidade.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*