04 de julho de 2017 04:09

Assinatura de contratos beneficia 440 famílias

Prefeitura quer ampliar o Minha Casa Minha Vida

Por Redação

03_07_17_pref-acm-nA penúltima etapa antes da entrega das chaves para as 440 famílias que irão morar no conjunto residencial Recanto do Luar, na Estrada do Matadouro, em Cajazeiras, foi concluída no final da manhã de hoje (03), com a assinatura dos contratos com os proprietários. O evento, realizado no auditório da Faculdade Unopar, na Parque Bela Vista, foi comandado pelo prefeito ACM Neto, que assinou simbolicamente os contratos com Thais Santos, mãe de uma criança com microcefalia, e Luane Silva, que ainda mora numa área de risco no Alto da Terezinha. O secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas, Almir Melo, também esteve presente, ao lado de outras autoridades municipais e representantes da Caixa Econômica Federal.

Os imóveis pertencem ao programa federal Minha Casa, Minha Vida. A seleção das famílias foi feita pela Prefeitura com base em critérios técnicos e sociais. O Recanto do Luar foi construído no mesmo local da antiga Portelinha de Cajazeiras. Os antigos moradores da localidade já foram incluídos no programa pela Prefeitura e residem atualmente no empreendimento Fazenda Grande 15A.

“Não paramos com a entrega dos imóveis, que será a próxima etapa. Também trabalhamos para garantir a infraestrutura necessária para que as famílias possam viver bem. No caso do conjunto Recanto do Luar, ele já está num local com infraestrutura, mas mesmo assim vamos ver a questão da unidade básica de saúde na qual essas famílias poderão ser atendidas e a escola ou creche municipal que os filhos podem se matricular, entre outros esforços”, afirmou ACM Neto.

Ele disse que ainda este ano outros 1,4 mil imóveis do Minha Casa, Minha Vida serão entregues em Salvador. Até agora, cerca de 8,5 mil unidades foram entregues na cidade. “Estamos correndo para conseguir outros 4 mil. Por isso, estou indo sempre a Brasília visando ampliar esse programa em Salvador. Além disso, existem os programas municipais de habitação, como o Casa Legal, de regularização fundiária, e o Morar Melhor, que reforma a moradia das pessoas que mais precisam”, lembrou o prefeito.

O programa federal, coordenado em Salvador pela Prefeitura, atende à população com renda familiar de até R$1.800. Os beneficiados são selecionados por meio de chamada pública ou pessoas residentes em situação de risco geológico, além de famílias que possuam crianças com microcefalia, de acordo com a Portaria 321/2016, do Ministério das Cidades.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*