20 de março de 2017 02:53

​Prefeitura e Fieb discutem ações para Salvador

Debates buscam investir em desenvolvimento para a cidade

Por Redação

cimatA união de esforços entre as esferas pública e privada é uma importante estratégia – ou mesmo saída – para enfrentar as dificuldades provocadas pela forte crise econômica que atinge o Brasil, com foco em Salvador. Esse foi o clima do encontro que reuniu o prefeito ACM Neto, acompanhado de secretários municipais, e representantes de sindicatos patronais ligados à Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), no Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia (Senai/Cimatec), nesta sexta-feira (17), em Piatã. O evento serviu também para ouvir demandas e propostas do setor industrial para a capital baiana, além de conhecer as instalações do Senai/Cimatec – uma das unidades mais modernas em tecnologia no país.

A reunião foi aberta pelo presidente da Fieb, Ricardo Alban, e, na ocasião, foram assinados três protocolos de intenções entre a Prefeitura e o Senai/Cimatec para desenvolvimento de ações em áreas estratégicas em Salvador. Um deles diz respeito ao empreendedorismo e inovação, no intuito de contribuir para a promoção do desenvolvimento econômico e social, assim como na geração de empregos qualificados na cidade em cooperação com agentes locais, nacionais e internacionais.

O segundo protocolo tem como meta a implementação de cursos e programas de educação profissional. Com isso, pretende-se desenvolver ações relacionadas à capacitação, qualificação e treinamento profissional para jovens e adultos, estejam eles empregados ou não. Já o terceiro protocolo traz como foco o campo das Cidades Inteligentes, Saúde e Utilização de Energias Renováveis, com o propósito de potencializar ações tecnológicas para solução nas áreas de educação, transporte e gestão de água, lixo e energias renováveis, dentre outras.

ACM Neto ressaltou que a prefeitura possui como compromisso fazer avançar os protocolos de intenção, transformando-os em ações concretas para a capital baiana. Ele destacou que o desenvolvimento da cidade passa pela necessidade de ter profissionais mais capacitados; em dialogar com os setores econômico e social de forma sustentável, buscando meios de aumentar a empregabilidade; e investir em empreendedorismo e inovação tecnológica.

“Precisamos buscar o aumento dos níveis de produtividade. Temos que ultrapassar barreiras e tentar a diversificação econômica de forma sustentável na cidade. Além disso, Salvador precisa conhecer o que há de mais moderno e buscar ferramentas para estimular o empreendedorismo, incluindo o investimento em inovação tecnológica. Com isso, passaremos a ter outra perspectiva de cenário”, resumiu ACM Neto.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*