01 de abril de 2017 02:17

Pato Fu é atração no Festival da Cidade

Grupo mineiro de apresenta neste sábado (1º)

Por Redação

patofu2altaO Largo da Mariquita, no Rio Vermelho, será o ponto de encontro de antigos e novos fãs da Pato Fu, uma das atrações mais aguardadas para o Festival da Cidade. A banda mineira se apresenta neste sábado (01), às 21h, como parte da turnê “Não pare pra pensar”, que convida o público a experimentar viver suas próprias vontades com espontaneidade, sem se importar com os julgamentos. A turnê leva o nome do novo disco da banda, que tem clima de festa e forte pegada eletrônica, uma alternativa aos fãs adultos da Pato Fu que tiveram a chance de curtir a experiência do projeto “Música de brinquedo” – comprovando a versatilidade e personalidade do grupo.

“Já ensaiamos o que vai ser o repertório do show do Festival da Cidade. Faz tempo que estivemos em Salvador, e a última vez foi com “Música de Brinquedo”. Nosso público sempre comparece em peso, e com certeza estará presente para ouvir as músicas que tem saudade e aquelas do show da nossa nova turnê ‘Não pare para pensar’, que parte de um disco dançante, mais alegre. Temos uma base de fãs muito aberta às propostas da banda, com projetos inusitados e sonoridades diferentes, como foi o Música de Brinquedo, e tenho certeza que todos vão gostar desse show”, afirma a vocalista da banda, Fernanda Takai.

A cantora, que também mantém carreira solo, evidencia seu entusiasmo em fazer parte de um evento como o Festival da Cidade, que reúne as mais diversas manifestações artístico-culturais em diversos pontos da capital. “Fiquei feliz em saber que vamos fazer parte de um evento como esse, que é tão diversificado, com apresentações de todos os gêneros. É saudável para o público poder percorrer palcos diferentes e montar sua própria programação, nessa cidade que também faz parte da minha história. Salvador tem essa brisa de nostalgia para mim, o que me deixa feliz”, observa, recordando o período em que soltava pipas com a família no Farol da Barra, na época em que, ainda jovem, morou no bairro de Ondina.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*