26 de abril de 2017 18:46

Governo firma convênio com o Olodum

Acervo da banda será digitalizado

Por Redação

normal_1493152717ay3c5097Os trinta e oito anos de história do bloco afro Olodum serão eternizados e divulgados amplamente nos próximos meses. Na tarde desta terça-feira (25), dia em que é comemorado o aniversário da instituição, foi firmado um convênio com o Governo do Estado, com recursos da ordem de R$ 225 mil para a digitalização do acervo do Centro de Documentação e Memória do Olodum, localizado no Pelourinho, em Salvador.

Um total de 234 mil peças deve compor o produto, a exemplo de adereços, abadás, livros, documentos, fitas cassetes e vídeos que preservam a trajetória do bloco. O conjunto ainda será formado por discos de ouro, troféus, medalhas, e outras homenagens acumuladas no trabalho de valorização e projeção da música negra por diversos países, bem como o trabalho social e de combate ao racismo.

“Nós vamos poder mostrar para o mundo todo, de uma maneira moderna, tudo o que o Olodum representa para a arte e para as lutas contra diversas formas de preconceito. O maior benefício do conteúdo é para a educação. Antigamente, a cultura afro não era divulgada. Pelo contrário, era evitada. É importante mostrar a participação do negro na construção da sociedade”, ressalta o presidente do Olodum, João Jorge Rodrigues.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*