22 de janeiro de 2017 22:22

Festival de Músicas e Artes do Olodum lota o Pelô

Evento aconteceu no sábado (21)

Por Redação
Femadum - Festival de Música e Artes do Olodum Foto: Elói Corrêa/GOVBA
Femadum – Festival de Música e Artes do Olodum
Foto: Elói Corrêa/GOVBA

O Largo do Pelourinho ficou lotado na tarde deste sábado (21). Milhares de baianos e turistas se aglomeraram para curtir o Festival de Músicas e Artes do Olodum (Femadum) e conhecer as três músicas finalistas para o carnaval deste ano. O grande vencedor será anunciado no domingo (22), durante show que fará uma prévia do que será apresentado na avenida em fevereiro, com o tema ‘O Sol- Akhenaton: Os Caminhos da Luz’.

Para o presidente do Olodum, João Jorge, o Femadum representa a diversidade da cultura afro baiana e brasileira. “O festival movimenta principalmente a juventude, ele dá visibilidade a arte e a cultura negra. É o maior evento das Américas desse tipo. É, acima de tudo, simbólico, por acontecer aqui no Pelourinho, o palco histórico da Bahia, onde o nosso país começou. Por esta razão, esse patrocínio que a gente recebe do Governo do Estado, através da Bahiatursa, é tão importante para a nossa cultura”.

O evento também festeja 30 anos do samba reggae e realiza a campanha “Eu Falei Faraó”, relacionada com os 30 anos do primeiro LP da Banda Olodum, Egito Madagascar de 1987. O cantor Pierre Onassis, ex-vocalista do grupo e que faz parte da banca que escolherá a canção vencedora, acredita que o concurso dá visibilidade a talentos populares. “Eu comecei a minha carreira em um festival como esse, eu sei a importância que esse prêmio terá na vida desses artistas. O Olodum é uma escola maravilhosa”.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*