25 de julho de 2017 00:50

Laboratório Musical recebe artista senegalês

Doudou Rose Thione partilha experiências no Rumpilezzinho

Por Redação

unnamedO Laboratório Musical Rumpilezzinho convida o griô e percurssionista senegalês Doudou Rose Thioune para realizar aula aberta para o grande público, com o tema A Palavra do Tambor, no dia 27 de julho, das 16h às 19h, na Casa Rumpilezz (Rua Frei Vicente, nº14 Pelourinho). A iniciativa visa realizar encontros e trocas de experiências de músicos de referência na cena baiana com jovens e estudantes. Dirigido pelo Maestro Letieres Leite, o Laboratório Musical Rumpilezzinho promove a formação de jovens músicos por meio do método Universo Percussivo Baiano, bebendo nas fontes de matriz africana como referência para criação artística e transmissão de conhecimento.

Na oportunidade, Doudou Rose Thioune vai fazer um diálogo sobre as fronteiras e conexões entre a música e os mitos africanos e as suas reverberações na diáspora negra. Legitimado historicamente como um título africano que designa membros de grupos familiares, o Griô é uma categoria social que exerce atividades artísticas e educativas de produção, transmissão e salvaguarda das literaturas orais, da memória coletiva e social das culturas de suas etnias. O músico é um representante que atua entre a África e as suas diásporas. Descendente de duas famílias tradicionais de nobres e Griôs é afilhado de Doudou Rose, o imortal mestre da percussão mundial e filho de Cathy Sene, a dançarina nomeada por Léopold Sedar Senghor, durante a fundação do país, como a prima donna da dança senegalesa, o que garantiu a Doudou a vivência com diversas linguagens artísticas.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*