09 de outubro de 2017 00:08

Fliquinha homenageia mulheres do Recôncavo

Homenagens foram a Dona Dalva e Dona Cadu

Por Redação

img_8117O ritmo contagiante do samba de roda tomou conta da Fliquinha na manhã deste sábado, terceiro dia da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica). Ao som de palmas e de cantigas de roda, a idealizadora do projeto Movimento Livres Livros, Raíssa Martins, apresentou o livro A Magia dos Sonhos que conta a história de um menina sonhadora que queria melhorar o mundo. No palco montado na Fliquinha, Raíssa juntamente com outras contadoras de história, relembraram ainda com versos e música, a história de duas mulheres fortes do Recôncavo: Dona Dalva e Dona Cadu.

Bastante emocionada, a contadora de histórias Aceli Araújo contou a história de Dona Cadu, ceramista e sambadeira da região, hoje com 97 anos. No palco, duas atrizes brincavam com argila. Ela abriu a apresentação cantando “Santo Bartolomeu/ Veio da Bahia/ Cobertinho de flor/ Cheio de alegria”. “Quem é a doutora do samba, a rainha dos bambas?”, perguntou a contadora Cristina D’ávila. Assim ela começou a apresentação que relembrou a história de Dona Dalva, que se define como “sambarista”. A plateia acompanhou tudo ao som de palmas e repetindo alguns versos.

Raíssa Martins falou do Movimento Livres Livros, que em três anos de existência já contabiliza 35 mil livros distribuídos e a criação de 42 minibibliotecas, sendo a última delas na praça Faquir, em Cachoeira. A Livres Livros e o grupo Odebrecht participam da Flica com a tenda A Magia das Histórias. O charmoso espaço foi todo construído de forma sustentável, com pallets e tecidos feitos a partir de material reciclável. Montada em frente ao Cine-Teatro Cachoeirano, onde acontece a Fliquinha, a tenda conta com uma programação intensa que inclui, além da contação de histórias, oficinas de sussurro poético e apresentações musicais.

Comentários

*Todos os comentários são moderados. Isso quer dizer que nós lemos todas opiniões e damos preferência para aquelas que agregam mais informação, que tenham personalidade e que não ataquem o autor ou outros leitores do site. O seu email não será publicado ou comercializado.*